CAMINHOS DA VIDA, tem como objetivo registrar alguns dos artigos escritos por AIDA LUZ — militante do Racionalismo Cristão, Filial Seixal, Portugal — que com sua perspicácia, disciplina, determinação e, principalmente, sua sensibilidade aflorada tem sabido utilizar-se da pena para escrever artigos com valorosos ensinamentos, incentivando e elevando todos aqueles que buscam o crescimento espiritual.

MARIA DE OLIVEIRA

Nasceu em Ovar, Portugal, em 24/12/1890. Filha de modestos e honrados lavradores que lhe transmitiram valores de elevada moral e espiritualidade.
.
Da grande prole, de 11 filhos, ela era a mais velha. Desde pequenina era muito trabalhadora e responsável, tendo seu pai, quando ela tinha apenas 7 anos, lhe entregue a árdua tarefa de tomar conta da alimentação e acomodação do gado no respectivo estábulo.
.
Médium vidente e auditivo e com a rara faculdade de prever acontecimentos com grande exatidão, e, fazer desdobramentos conscientes, alerta, contudo, que os fenômenos por ela vivenciados, não deverão ser praticados por quem tenha faculdades mediúnicas mais afloradas, salvo quando desenvolvidas dentro das correntes fluídicas, formadas nas Casas Racionalistas Cristãs, e, sob a proteção dos Espíritos do Astral Superior, que coordenam os trabalhos nelas realizados.
.
Em 1912 partiu para Luanda, Angola, onde com seu marido e mediante o trabalho de ambos conseguiram um razoável patrimônio que mais tarde vieram a perder.
.
Sendo mãe de uma menina, nunca desesperou, e, com o seu pensamento elevado às Forças Superiores, conseguiu sempre vencer as vicissitudes da vida, trabalhando incansavelmente para reconstrui-la e ganhar o suficiente para o custeio de suas despesas domésticas, levando uma vida, economicamente difícil, mas honesta.
.
Inclusivamente, para si e sua filha, trabalhava na maioria das vezes de noite, já que o dia era dedicado às pessoas que a procuravam para tratamentos ou um conselho e ela nunca deixava de atender quem dela necessitava.
.
Não há duvida que Maria de Oliveira foi o instrumento escolhido pelo Astral Superior para difundir a Doutrina na África Portuguesa, de onde ela se irradiará, a seu tempo, por todo o Continente Africano.
.
Um detalhe digno de registro é que quando em 1912, era inaugurado o edifício próprio do Centro Redentor na então capital do Brasil, Maria de Oliveira estava partindo para Luanda, capital de Angola, ainda bastante jovem, pois pouco mais contava que 20 anos.
.
Ela nos deixou grandes exemplos de coragem e abnegação. A leitura do livro de sua autoria, que nos deixou como legado, conta-nos pormenores interessantíssimos de toda a sua vida, incluindo até a improvisação de um hospital, onde acolheu brancos e negros, sem qualquer distinção, a todos tratando de igual forma, com desvelado carinho.
.
É, pois, um balsamo para todos os que se encontram cansados ou desiludidos pelas vicissitudes da vida, além do interesse que desperta nos estudiosos da "Vida Fora da Matéria", a leitura do livro "Como Cheguei à Verdade"..MARIA DE OLIVEIRA
por Aida de Almeida Lopes da Luz
Fonte: Livro "COMO CHEGUEI À VERDADE" e em documentos que pessoas que com ela conviveram em Angola, como por exemplo, cartas pessoais, trouxeram daquele País e ainda hoje possuem, ou testemunhos de pessoas que, por terem frequentado a Casa Racionalista de Luanda, por ela criada, conservam em suas memórias.
Artigo publicado no endereço: